Offcanvas Section

You can publish whatever you want in the Offcanvas Section. It can be any module or particle.

By default, the available module positions are offcanvas-a and offcanvas-b but you can add as many module positions as you want from the Layout Manager.

You can also add the hidden-phone module class suffix to your modules so they do not appear in the Offcanvas Section when the site is loaded on a mobile device.

Na escuridão escuto ruídos, cânticos entoados por sentimentos alegres e com ternura. Um forte cheiro que me traz euforia, vento no corpo, barulhos repetidos, balanços contínuos, muitas vozes... uma sensação jamais vivida.

De repente a luz! Vejo imagens, vejo bocas, encontro rostos, roupas coloridas, muitas mulheres, muita maternidade, nada de paternidade e muitas crianças diferentes de mim.

Uma boca me encosta com lábios frios e deixa o corpo ainda mais aquecido. A dona da boca também oferece um sorriso cativante, cabelos ralos e negros, pele branca, braços fortes, uma mulher com altura que não se dobra para embalar redes.

As palavras eram sempre dirigidas ao menino com um tom amoroso, com saudações do dia, com músicas que ajudavam na alimentação da alma e do corpo. Também havia a repreenda ao pequeno pela maneira que se comportava no fundo da velha rede, na hora de receber a comida. Era uma mistura de sentimentos imensuráveis de mãe e de sobrevivência do filho.

A casa era de madeira e com grandes janelas, a palha a cobria toda, deixando pequenas imperfeições para entrada da luz do sol, o que tornava o local agradável e sem esconder qualquer segredo da vizinhança, mesmo quando a noite chegava e o fogo das lamparinas tornava-se o centro das atenções.

Na rede, de frente pra janela, o menino se deparava com um quintal de enormes árvores e muitos frutos que serviam como alimentos em dias difíceis; e quase sempre eram difíceis para os moradores daquela pequena e simples casa, e isso tornava a comida, uma missão de vida.

CARLOS SANTIAGO.